7 mai. 2015 | Quinta-feira 21.30

A espessura do olhar | diário intimo

Dr. Afonso Pinhão Ferreira

Auditório do Lugar do Desenho | Fundação Júlio Resende

"Entrei pela janela no atelier e logo de pé fiquei no sofá sentado. Saltei e, quando em baixo me senti, tapei os pincéis, tirei o cavalete, desmontei a tela, lavei a paleta, limpei os tubos de tinta e, pintei então. Não sei bem o quê nem bem porquê. Previamente os detalhes de finalização, claro está. Um ponto luminoso azul claro esverdeado para que aquele olhar falasse. Uns pingos complementares para contrastar, alguns quentes e frios para avivar as pinceladas de matizes puras para tridimensionar. Enfim, tons de tudo em tudo em prol da desarmonia total, mas sempre com o cuidado de não acizentar. Como corolário apliquei depois as bases. Tinha agora o pretexto de recomeçar."

facebook Lugar do Desenho